quinta-feira, 30 de junho de 2011

30 Desculpas para quem não quer Sacrificar ( Fogueira Santa )


Leia e pratique todas estas desculpas e, mesmo frequentando a Igreja, tudo lhe faltará!
Desculpas de quem não quer sacrificar:
1. Medo inexplicável: “É demasiado forte para mim!”;
2. Dúvidas acerca do resultado: “Será que irá funcionar?”

3. Insegurança quanto à rotina diária, logo a seguir ao voto: “O que irei fazer depois?”
4. Usa a Omnisciência Divina para justificar a falta de condições: “Deus sabe que eu não posso… ore por mim”;
5. Falsa sensação de bem-estar: “Não me identifiquei com esta campanha!”
6. Sente que ninguém o apoiará: “Como irei criar os meus filhos?”
7. Deceções anteriores: “Já participei noutras campanhas e estou à espera da resposta!”
8. Acha que já fez de tudo: “Deus tem que me honrar, porque já fiz o meu tudo!”
9. Compara-se aos outros: “Conheço pessoas que estão em pior situação do que eu…”
10. Auto-comiseração: “Eu não quero ficar de fora, mas TUDO eu não posso…”
11. Deus não tocou no meu coração: “Nesta campanha, Deus não me pediu nada de material…”
12. Jesus já derramou o sangue por mim: “Não preciso, pois vivo na dispensação do Espírito Santo.”
13. Tenho outras responsabilidades: “Não posso fazê-lo, tenho que usar a fé racional…”
14. A minha vida já é feita de sacrifícios: “Deus sabe o sacrifício diário que faço para suportar os problemas…”
15. A minha esposa já está a sacrificar: “Se somos um casal, não vejo a necessidade de também eu sacrificar…”
16. Deus é rico e não precisa de sacrifícios: “Ele quer a nossa vida e não os bens materiais…”
17. O tempo dos sacrifícios já passou: “Vivemos na era da graça, basta apenas tomar posse…”
18. Realça os maus testemunhos de que ouviu falar: “Conheço alguém que participou e perdeu tudo…”
19. Frequento a Igreja há pouco tempo: “Ainda não compreendi bem o que devo fazer…”
20. É melhor obedecer do que sacrificar: “Deixei de fumar, de beber, de mentir, não preciso de fazer mais nada…”
21. Porque faço a Obra, não preciso de sacrificar: “Estou a ganhar almas e esse ato, por si só, já testifica por mim…”
22. Estou a aguardar a resposta de campanhas anteriores: “Já disse a Deus que enquanto não me honrar não participarei noutras campanhas, porque fiz um sacrifício de verdade!”
23. Não vejo necessidade de o fazer: “Não passo fome, tenho o que vestir e tenho um emprego, o que mais posso querer?”
24. Preciso de mais argumentos: “Ainda nenhum testemunho me convenceu de verdade, os que ouvi até agora podem ser apenas o reflexo da força de vontade das pessoas…”
25. Preciso de ver para crer: “Assim que vir algum indício do que quero receber na minha vida, então, dou o meu tudo…”
26. A minha fé é suficiente: “De uma maneira ou de outra eu vou conseguir o que quero…”
27. Apenas me interessa o lado espiritual: “Não tenho aspirações na vida, para além da salvação da minha alma…”
28. Deus irá abençoar na mesma: “Deus terá compaixão de mim, pois Ele não quer ver o sofrimento do ser humano…”
29. Tenho quase tudo o que necessito: “Não tenho que me revoltar pelo que alegadamente me falta e sim dar graças a Deus pelo pouco que já tenho…”
30. Sou pobre: “Se Deus quer mesmo que eu participe, terá que me dar condições…”

Menino Revoltado com a situação da familia - fogueira santa

sábado, 25 de junho de 2011

PERFIL DE UM REVOLTADO

 


São 7 caracteristicas de um REVOLTADO
As 7 com 7 Letras!!!
Numero da perfeição.

Se você não tem motivo para se revoltar…

Veja isto:
Cão vive melhor do que maioria cristã
Cachorro mais rico do mundo tem conta em banco com U$ 372 milhões
Um pastor alemão com fortuna avaliada em US$ 372 milhões. Este é o Gunther IV, que de acordo com o website Bankling, é o cachorro mais rico do mundo. O dinheiro vem de família.  É herança de seu pai Gunther III. Além de rico, o cãozinho parece ser um bom negociador: no ano 2000, comprou uma casa da cantora Madonna por 5 milhões de libras.
No segundo lugar, estão os cães da apresentadora americana Oprah Winfrey. No testamento da estrela há uma condição especial para os bichinhos: US$ 30 milhões serão depositados na conta deles (sim, eles têm conta corrente).
O site também listou os gatos mais ricos do mundo e em primeiro lugar ficou Tinker. O animalzinho visitava constantemente uma viúva chamada Margaret Layne. Por causa desta lealdade, ganhou uma poupança de US$ 226 mil e uma casa, avaliada em US$ 800 mil.
Confira a lista dos cães mais ricos do mundo, de acordo com o website Bankling



1 - Gunther IV
Fortuna estimada em US$ 372 milhões
Até uma casa de oito quartos em Miami ele já comprou. Quem vendeu? A cantora Madonna.



 
2 - Os cachorros de Oprah Winfrey

O testamento da apresentadora garante para os bichinhos US$ 30 milhões.




 
3 - Trouble Helmsley
Fortuna estimada em US$ 2 milhões
O maltês é o cão de Leona Helmsley, dona de um império imobiliário nos Estados Unidos. Ela morreu em agosto de 2007, aos 87 anos. Ficou conhecida por ter tirado seu neto de seu testamento, mas manteve o seu cão. O animalzinho teria direito a receber US$ 12 milhões, mas um juiz vetou a quantia e permitiu "apenas" US$ 2 milhões para o bolso de Trouble.
 
4-Flossie
Fortuna avaliada em US$ 3 milhões
Ele é rico e herói. Já salvou sua dona, a atriz norte-americana Drew Barrymore, de um incêndio em sua casa em Miami. A atriz estava dormindo e não percebeu o fogo. O labrador amarelo é que foi acordá-la. De acordo com o testamento da atriz, uma casa avaliada em US$ 3 milhões já é do cãozinho.


5 - Tina and Kate

Fortuna avaliada em US$ 1 milhão cada
As collie crosses inglesas receberam a fortuna após a morte de sua dona, Nora Hardwell. Atualmente elas moram em um sítio na Inglaterra, com mais de 20 mil metros quadrados.



 
6- Jasper and Jason
Fortuna avaliada em US$ 150 mil
Os cãezinhos receberam juntos US$ 50 mil quando sua dona, Diana Myburgh, quando ela morreu. A fama dos cachorros fez o dinheiro triplicar. Eles também têm uma propriedade de pouco mais de 5 mil metros quadrados, que vale mais de US$ 1 milhão. Entre os funcionários da casa, está até um chef pessoal.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

TESTEMUNHO - Fogueira Santa de Israel

Seu nome será lembrado??

Bispo Renato Cardoso - Obstáculos à revolta

Por quê eu não estou revoltado? Por quê não consigo me revoltar? – muitos tem se perguntado. Eis aqui algumas razões que impedem nascer a revolta:

1. Comodismo
2. Sensação de bem-estar
3. Aceitação do destino
4. Religiosidade
5. Falta de entendimento da Palavra de Deus
6. Associar-se a pessoas acomodadas
7. Satisfação com o que já tem
8. Medo
9. Falta de crença em si mesmo
10. Passividade
11. Esperar pelos outros
12. Esperar por Deus
13. Distrações
14. Querer administrar os problemas
15. Ficar pensando muito e nunca tomar atitude
16. Parálise por análise (resultado do número 15)
17. Abandono da fé prática para a fé teológica
18. Dúvida
19. Comparar-se com quem está pior
20. Visão pequena

(A lista continua... Acrescente nos comentários o que falta aqui.)

Bispo Macedo convida os que estão revoltados contra o mal a buscarem o livramento pela fé




Durante mensagem transmitida pela TV IURD deste último dia 22, bispo Edir Macedo falou da importância da pessoa manter o coração sem mágoas, tendo consciência de que a culpa pelos problemas não é das pessoas, mas, sim, das forças malignas que agem neste mundo.

“Desde o momento que Adão e Eva pecaram, o mal passou a agir na vida do ser humano. Antes, tudo era perfeito, havia harmonia entre o homem, Deus e a natureza, mas, quando eles desobedeceram, veio a morte. Nós nascemos, crescemos e nos desenvolvemos em um mundo cruel, sob o domínio do mal, responsável pelas desgraças e máfias que se formam dentro da sociedade. Por isso, a nossa luta não é contra o ser humano, pelo contrário, temos que ter amor por ele. A nossa luta é contra as forças do mal”, ensinou.

Embora o mundo esteja sob a influência maligna, o bispo explica que aqueles que usam a fé com a valentia conquistam as promessas divinas: “Deus já deu a dica como vamos vencer os nossos inimigos espirituais: através da mão forte. Existem pessoas que há anos creem em Deus e vivem no fracasso. Isso porque Deus não pode fazer a nossa parte, nós temos que tomar posse. Josué teve que lutar para tomar posse da terra prometida. Hoje, os inimigos são espirituais e para que aconteça o cumprimento da promessa é preciso usar a fé com atitude.”

Antes de finalizar a mensagem, ele fez um convite especial às pessoas que estão cansadas de tanta humilhação, para que compareçam a um Cenáculo do Espírito Santo, no próximo domingo (26), não para louvar a Deus, mas para cobrar dEle uma mudança de vida. “Revolta não é emoção é muito mais do que um sentimento. Quando Deus chamou Gideão, ele estava revoltado, e Deus sabia que em Israel havia mais 300 homens com aquela revolta, mas precisava de um líder. Temos muitas pessoas revoltadas que estão esperando para unir a revolta delas com a nossa. Por isso, você tem que ter ódio do problema e da situação de humilhação que está vivendo. Nós temos que atacar o mal e isso pode ser feito através da Fogueira Santa. Convocamos todos os valentes, porque nós somos da guerra e temos a fé suficiente para mover montanhas”, finalizou.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

terça-feira, 21 de junho de 2011

O dia em que Deus se vestiu de vermelho


Revolta Santa


A revolta não surge à toa, do nada ou como uma boa ideia. Antes, nasce de uma reação violenta contra a injustiça sofrida.
Ao contrário dos acomodados na fé, os revoltados buscam seus direitos adquiridos na cruz com garra, determinação e ousadia.
Partem para o tudo ou nada, vida ou morte diante do Deus que havia feito promessas a Abraão,  Isaque e Israel, com juramento.
Os revoltados nutrem em si espírito de indignação da injustiça sofrida e rejeitam continuar vivendo assim. Preferem a morte.
A exemplo de Abraão que, cansado de tanto esperar, finalmente disse ao Senhor:
- Senhor Deus, que me haverás de dar, se continuo sem filhos…Gênesis 15.2;
De Moisés, ao responder:
-  Se me tratas assim, mata-me de uma vez, eu Te peço, se tenho achado favor aos Teus olhos; e não me deixes ver a minha miséria. Números 11.15
De Gideão:
-  Se o Senhor é conosco, por que nos sobreveio tudo isto? E que é feito de todas as Suas maravilhas que nossos pais nos contaram… Juízes 6.13.
Cada um havia chegado ao limite do desespero. Não temeram por suas vidas nem de suas respectivas famílias. Era tudo ou nada.
Diante disso,  LOGO veio a resposta:
Para Abraão:
A isto respondeu LOGO o Senhor, dizendo: Não será esse o teu herdeiro; mas aquele que será gerado de ti será o teu herdeiro. Então, conduziu-o até fora e disse: Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes. E lhe disse: Será assim a tua posteridade. Gênesis 15.4,5.
Para Moisés, respondeu imediatamente:
Ajunta-me setenta homens dos anciãos de Israel… Números 11.16.
Para Gideão, disse:
Vai nessa tua força e livra Israel da mão dos midianitas… Juízes 6.14.
A natureza do injustiçado é revoltada. Carrega em si ódio contra o causador das injustiças.
Fogueira Santa de Israel é para revoltados.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Clipe - A Minha Revolta é a Minha Força

Revolta


A revolta é uma energia. Serve para o bem ou para o mal, depende de quem a dirige. A maioria das pessoas revoltadas tem usado essa força para o mal.
O jovem revoltado com problemas familiares descamba para as drogas e até para a criminalidade. A pessoa num beco sem saída usa sua revolta para acabar com a sua vida. O traído usa sua revolta para se vingar de quem o traiu. Assim sendo, cada um usa sua revolta como combustível para queimar.
O revoltado é inconsequente quando usa sua força para o mal. Por conta disso, ele tem assumido sua posição de perdido e exteriorizado sua revolta em forma de ódio.
Imagine essa revolta a serviço de Deus!
O resultado será exteriorizar o ódio contra as forças espirituais do mal, causadoras das injustiças.
Com a direção Divina, esse poder não só vai reverter a própria situação, mas de toda a coletividade. Ou seja, a revolta, quando usada em parceria com Deus, promove o bem-estar pessoal e dos familiares. Como? Permitindo-se ser possuído pelo Espírito de Deus.
Faça um teste: coloque sua revolta a serviço de Deus. Ela vai despertar a fé pura e você vai arrebentar!

Não ignore o chamado de Deus


Por 3 vezes o jovem Samuel recorreu ao profeta, sem saber que quem o chamava era Deus



Samuel era jovem quando foi chamado por Deus. Embora ele já estivesse na casa de Deus ministrando a Palavra Dele, o jovem foi incapaz de reconhecer a voz de Deus quando Ele o chamou. Por quê? Porque ele não ainda não conhecia a Deus.

Este exemplo se aplica a muitos jovens que estão na Igreja. Eles chegam, se limpam, se ajudam e participam de diversas atividades na Igreja, mas ainda assim, quando Deus os chama, não reconhecem a voz Dele. Isso, porque ainda não tiveram um encontro com Ele.

Deus chamou Samuel por três vezes e nessas três vezes ele correu para Eli, o profeta, acreditando que ele o havia chamado. Eli informou a Samuel que ele deveria ter um encontro com Deus, caso contrário, jamais seria capaz de ser utilizada pelo Senhor, da forma desejada.

Por quanto tempo você vai continuar a ouvir mensagem após mensagem e não tomar a decisão de conhecer a Deus por si mesmo?

Assim como Samuel, o jovem que está na igreja também ouve a voz de Deus, mas por não reconhecê-la, ele corre para Eli (o pastor) para pedir direção. Mas, normalmente, eles não colocam o conselho do pastor em ação e, consequentemente, nunca são capazes de discernir a voz de Deus. 

Na verdade, muitos pensam que o que o pastor do Força Jovem pede para fazer é muito difícil, que devemos compreender a situação pela qual ele está passando e não exortá-lo. Mas saiba que a nossa intenção é de falar de uma maneira que a sua fé seja despertada.

Então eu lhe pergunto, caro amigo, por quanto tempo você vai continuar a correr para junto de Eli? Por quanto tempo você vai continuar a ouvir e não tomar a decisão de conhecer a Deus por si mesmo? Busque esse encontro com Deus, pois quando Ele chamá-lo, você vai reconhecer a voz Dele e responder: "Fala, porque o teu servo ouve" (1 Samuel 3.10). 

Se você fizer isso, amigo, não se esqueça de que Deus vai lhe usar muito, assim como Ele usou Samuel. “Crescia Samuel, e o SENHOR era com ele, e nenhuma de todas as suas palavras deixou cair em terra.”(1 Samuel 3:19)

terça-feira, 14 de junho de 2011

VALENTE GUERREIRO REVOLTADO

A lei da verdade esteve na sua boca, e a impiedade não se achou nos seus lábios; ele andou comigo em paz e em retidão, e da iniquidade apartou a muitos.” Malaquias 2.6
Quando se pratica a Palavra de Deus, então, é verdadeiro o que se fala, quer dizer, quando se fala de saúde, é porque se tem saúde; quando se fala de união familiar, a família está unida; de prosperidade, é indiscutível a realização total. Quem faz um pacto com Deus, os seus sonhos tornam-se realidade, claro que não de forma automática, mas porque existe um pacto com Deus, a pessoa sacrifica.
Quem é revoltado não aceita apenas o facto de conhecer o que está escrito na Bíblia, ele quer contar que tais palavras são realidade na sua vida e não meras promessas. Por isso, à nossa revolta, temos milhões de provas de que a Palavra de Deus se cumpre, através dos testemunhos de pessoas que acionaram a fé inteligente, que é a fé manifestada através da revolta, que traz a materialização do que Deus prometeu. Como podemos aceitar que o Povo de Deus tenha uma vida que não seja de acordo com o que Ele prometeu?
Quem pratica essa fé cria a paz no seu interior, porque está seguro da prática total da vontade de Deus. Preste atenção, estamos a falar de prática e não apenas em acreditar nas Suas Palavras. Para que você entenda: “Quando não me falta nada, então, posso dizer ‘O Senhor é o meu pastor e nada me falta’, estou a praticar a vontade de Deus!; Quando tenho paz, alegria, mansidão, equilíbrio emocional, bondade…” – Estou a viver na prática da vontade de Deus, pois estou cheio do Espírito Santo! Compreendeu agora o que é viver na prática da Palavra de Deus? É você lutar constantemente para ir tomando posse daquilo que já é seu, mas que, muitas vezes, está nas mãos daqueles que são servos do mal, e enquanto a pessoa não se revolta contra esta incoerência, a vida dela, mesmo acreditando em Deus, não estará a desfrutar, na prática.
A pessoa revoltada só tem paz consigo mesma e com Deus quando está em guerra contra o diabo, contra o inferno. É esta revolta que Deus quer encontrar em cada um dos Cristãos. Quem tem um pacto com Deus, a sua vida tem que causar impacto na família, na sociedade, até mesmo dentro da igreja, sendo uma pessoa que tem prazer em ganhar almas, que é o mínimo que um cristão de verdade deve fazer: trazer almas a Cristo!
(v7)”Pois os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento (Sacerdote é aquele que oferece sacrifícios a Deus, e se há alguém que tem que ver o cumprimento da Promessa Divina é aquele que sacrifica para Deus.), e da sua boca devem os homens procurar a instrução, porque ele é o mensageiro do Senhor dos exércitos. (As pessoas devem procurar-nos para saber como foi que alcançámos uma qualidade de vida tão diferenciada, pois não se limita a bens, mas a uma família unida, a um caráter irrepreensível, ou seja, é uma vida de criar “inveja”.
Nós somos valentes, guerreiros e revoltados! Porque queremos que a vontade de Deus se realize, que a nossa vida seja inquestionável. Não haverá lugar para a tristeza, para a solidão, para o sofrimento, pois a nossa revolta não nos permite deixar de lutar por aquilo que Deus nos prometeu. Para alcançar a paz verdadeira, temos que estar constantemente em guerra contra o inferno e, assim, nada nos acusará. Não há situação, boa ou má, que nos possa acusar, pois a conquista dos revoltados é fruto da sua fé! Quem se quer tornar um mensageiro do Senhor? Quer dizer, mostrar com a própria vida que Jesus Cristo é o Senhor? Então, saiba que, para tudo na vida há um preço, para cada conquista há uma batalha a ser vencida e, para alcançar a salvação eterna, começa-se aqui neste mundo, através da revolta contra o inferno. Não basta dizer que se quer a salvação, é preciso a revolta de não aceitar o inferno!
A sua vida deve ser forte e, se ainda não é, é porque infelizmente você desconhece ou ignora a força da fé inteligente = revolta. Como já aprendemos anteriormente: “A nossa vida é o que o nosso espírito é!” então, a vida de uma pessoa que não é um valente guerreiro revoltado só pode ser uma vida fraca, que não tem nada para mostrar. E isso não aceitaremos jamais!
Trabalhamos diariamente, ninguém prega o Evangelho mais do que nós; buscamos os mais sofridos e desesperados, ninguém pode dizer que discriminemos alguém, pois todo o tipo de pessoas vêm ao CdAE, de diferentes condições sociais e credos. Então, temos que ver a diferença nas nossas vidas!

Os Valentes Vestem Vermelho (2)

Os Valentes Vestem Vermelho (1)

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Bispo Macedo fala sobre a Vigília dos Revoltados

O RISCO CERTO


Quando Adão e Eva comeram o fruto da arvore que Deus havia proibido, sabiam o risco que estavam correndo por desobedecer á ordem de Deus. Sansão o quando revelou o segredo da sua forca a uma mulher sabia que o risco era grande. Muitas foram as vezes em que os homens e mulheres de bíblia estiveram diante de uma situação em que uma decisão mudaria completamente suas vidas

Quando Moisés estava se preparando para estar diante de faraó para libertar o povo de israel da escravidão, o Senhor queria mostrar que era com ele e mandou que lançasse o bordão na terra e virou uma serpente. E Moisés fugia dela. 

Então o Senhor lhe disse para estender a mão e pegá-lá pela cauda e ela se tornou novamente bordão. Ora, todo mundo sabe que o certo e pegar a cobra pela cabeça para evitar sua picada, porém, naquela ocasião a questão não era o humanamente estava certo ou errado e sim obedecer a ordem de Deus. Moisés correu o risco certo!

Quando Israel se escondeu nas cavernas com medo de seus inimigos, não é muito difícil imaginar o semblante de tristeza daquela gente, pois a fome era grande e certamente o trigo estava no lagar ao alcance dos seus olhos , porém, entre eles e a comida havia inimigos poderosos. 

Foi aí então que Deus achou Gideão que estava malhando o trigo para pôr a salvo dos midianitas, correndo todo risco que a ocasião apresentava.

Certamente , quando o Senhor disse: “O Senhor é contigo homem valente”, estava vendo que a fé de Gideão o fazia diferente dos demais. E isto foi confirmado quando o Senhor mandou que Gideão sacrificasse o segundo boi. 

O risco era muito grande, pois aquele boi representava o futuro da sua família. A decisão tinha que ser tomada e Gideão não titubeou. Correu o risco certo quando obedeceu a voz de Deus.

A partir do segundo boi sacrificado, o fogo do altar entrou em gideão e ele que era o menor da família mais pobre, passou a ser como o próprio Deus e fez coisas tão extraordinárias que até hoje, mesmo depois de tantos séculos continuam movendo a fé de muita gente.

Muitos estão vivendo uma fé religiosa, lêem a Bíblia, freqüentam a igreja, dão ofertas e até pagam o dízimo. 

Porém, de repente elas estão como aquela gente dentro das cavernas vendo o mal destruindo tudo em suas vidas, seus filhos sendo arrastado pelas drogas, seu casamento destruído, a vida econômica totalmente amarrada. E a pergunta sempre “martelando na cabeça”: O que fazer? Certamente, aquela gente na caverna também tinha a mesma pergunta. Deus não se manifestou para os que estavam escondidos e sim para aquele que ouvia a Sua voz.

Hoje Deus não mudou. Continua procurando pessoas que estejam dispostas a obedecer A Sua voz, a correr todo o risco na certeza de que o fogo do altar quando entrar na sua vida fará toda diferença.

domingo, 12 de junho de 2011

A Lista do Basta



Pare de tentar ser como os outros e seja você mesma
Pare de tentar arduamente ser notada pelas pessoas, deixe que elas a vejam por si só 
Pare de tentar agradar a todos, ao invés disso, agrade a Deus
Pare de contar o seu problema a todo mundo, ao invés disso, conte a Deus
Pare de criticar aqueles que você ama, tente fazer o oposto
Pare de dizer que você não pode, é claro que pode!
Pare de se preocupar e aprenda a confiar
Parar de reclamar e reavalie a situação
Pare de esperar que os outros lhe dêem aquilo que você não os dá
Pare de ficar dizendo a todo mundo o que você vai fazer, ao invés disso, faça
Parar de encontrar desculpas e aprenda a encontrar oportunidades
Pare de esperar dos outros, faça por si mesma
Pare de depender de pessoas, comece a depender de Deus
Pare de falar, comece a ouvir

O problema escondido

Todo o mal que vemos no mundo, os problemas que nos entristecem ou nos fazem ficar com raiva, de onde vêm? Eles vêm de dentro das pessoas.

Quando você assiste o noticiário e vê uma história de alguém que foi assassinado, ou um político que cometeu adultério, a taxa de desemprego alta, ou qualquer outro problema ou crise, o que você está realmente vendo é o produto do que está dentro das pessoas.

O que nem sempre se fala nas notícias é que foi alguém cheio de ódio que cometeu aquele assassinato. Foi um político infiel, mau caráter, com síndrome de poder, que cometeu aquele adultério. Empresários gananciosos pactuados com um sistema que busca os próprios interesses e não os dos necessitados, é apenas uma das razões por trás daquele alto índice de desemprego.

Então, o que você vê fisicamente acontecendo, é apenas o fruto do que começa e está acontecendo dentro das pessoas.

Você já viu um carro fazendo mal a outro carro? Ou um pedaço de papel agredindo alguém? Claro que não. Coisas físicas não machucam a ninguém por elas mesmas. Objetos inanimados não podem fazer nada sozinhos. Tampouco quem já morreu. Então, temos que concluir que os nossos problemas são causados ​​por aquilo que vem de dentro de nós.

Muito bem. Aí eu chego à sua situação. Os problemas que estão aí diante de você, essas lutas que você tem passado, na verdade se originam dentro de você. Coisas como tristeza, ódio, rancor, consciência pesada, depressão, falta de motivação, indiferença, frustração — e toda uma lista de problemas emocionais e espirituais, é o que realmente está causando os problemas que você tem passado.

Sendo assim, a solução para os seus problemas visíveis é a resolver os problemas internos, que são invisíveis.

Há cura para esses problemas. Você pode ser curado de todas essas feridas internas. Mas você precisa começar a buscar a cura para elas. A doença interna exige um tratamento interno.

Ou, dito de outra forma: Se você quer a paz interior, você tem que vencer a guerra interior. 

Você tem lutado a sua guerra interior? Tem vencido?

Arquivo do blog

A Obra de Deus

Nesta palavra de hoje o Bispo Macedo, Exorta a nós que fazemos a obra como obreiros, evangelista,candidatos,Jovens,pastores e bispos.Ele afirma que a obra de Deus não e brincadeira , mas é muito seria,e que ao nos ingressarmos nela,devemos saber muito bem o que estamos fazendo,pois Deus não se agrada daqueles que colocam a mão no arado e olham para trás.


*Por que muitos obeiros e pastores acabam saindo da obra? A resposta é simples: Muitos entram na obra por interesses pessoais e não para servir,mais para serem servidos. A obra de Deus é muito séria e não pode ser levada por brincadeiras, os que estão na obra hoje,sejam eles obreiros, pastores, tem que ter a consciência que são um alvo em potencial do inferno, e aqueles que estão brincando,acabam sendo atingidos pelas forças espirituais do mal.Nessa guerra diária que temos contra o inferno não existe empate,há somente um vencedor e um perdedor; Com o inferno não se negocia, voçê vence ou voçê perde. Lute para ser senhor mais nunca perda o espirito de servo. que Deus abençoe a todos.